Dois Dribles

Blog

Dois Dribles

Sobre NBA e afins

Cinco times, quatro vagas e duas rodadas: a corrida maluca pelos playoffs

(David Zalubowski/AP Photo)

Não lembro de uma disputa tão apertada, envolvendo tantos times, pelas últimas vagas nos playoffs do Oeste. A três dias do final da temporada, o quinto colocado ainda não está garantido nos playoffs. New Orleans Pelicans, San Antonio Spurs, Oklahoma City Thunder, Minnesota Timberwolves e Denver Nuggets vão se matar pelas últimas quatro vagas no mata-mata nas próximas duas rodadas, que acontecem nesta semana, com direito a quatro confrontos diretos.

Exceto por Houston Rockets, já definido como o primeiro da conferência, e Golden State Warriors, garantido na segunda colocação, tudo ainda pode mudar na corrida pelo sucesso no Oeste – o que coloca Portland Trail Blazers e Utah Jazz, apesar de já garantidos no mata-mata, ainda na briga pela confirmação dos mandos de quadra. Confira a situação de cada um dos times:

Portland Trail Blazers (3º colocado, 48 vitórias e 32 derrotas)

Vai a Denver enfrentar o Nuggets hoje e na quarta-feira recebe o Utah Jazz. Se ganhar este último jogo, se garante com mando de quadra na primeira rodada dos playoffs. Se ganhar só o primeiro e o Jazz vencer suas duas partidas, termina em quarto, perdendo uma posição, mas mantendo o mando de quadra. Se perder as duas, pode ficar até em quinto, dependendo dos resultados de San Antonio e New Orleans. Apesar do calendário difícil, é o time em melhor situação.

Utah Jazz (4º colocado, 47 vitórias e 33 derrotas)

Enfrenta o Golden State estraçalhado por lesões e o Portland. Se ganhar seus dois jogos, rouba a terceira colocação do Blazers. Se perder só um deles, ainda tem boas chances de manter a quarta colocação, pois tem vantagem no desempate contra San Antonio e New Orleans. Teria que torcer contra o Oklahoma, que levaria a melhor no caso de empate. Se perder duas, despenca na tabela, mas não a ponto de sair da zona de classificação.

+ Sem Kyrie Irving, Boston assume que seu projeto de vitória não é para já

+ A estranha dinâmica dos rebotes do Thunder nas mãos de Steven Adams

New Orleans Pelicans (5º colocado, 46 vitórias e 34 derrotas)

Agora que a coisa fica animada de verdade. Mesmo em quinto colocado no momento, o time de Anthony Davis ainda pode terminar a temporada fora do mata-mata. Enfrenta o já eliminado Los Angeles Clippers hoje e o San Antonio, em confronto direto, na quarta. Se vencer as duas partidas, confirma a vantagem perante Spurs e Thunder e pode ficar com o mando de quadra nos playoffs se Jazz ou Blazers vacilarem. Se vencer só um jogo, se complica um pouco, pois não tem a vantagem no critério de desempate contra Denver e Minnesota, que estão apenas um jogo atrás na classificação. Se perder as duas, tem que torcer para o Thunder também perder todos os seus jogos.

San Antonio Spurs (6º colocado, 46 vitórias e 34 derrotas)

Pega o Sacramento Kings hoje e depois vai até New Orleans para o confronto direto. Apesar de estar atrás do Pelicans, o cruzamento de jogos dos seus rivais faz com que seja mais difícil o San Antonio cair até a nona colocação e ficar de fora da pós-temporada. Pode acontecer, mas o time precisa perder as duas e o Minnesota Timberwolves tem que ganhar seus dois jogos – que é o único time que está atrás na classificação já com vantagem garantida nos critérios de desempate.

Oklahoma City Thunder (7º colocado, 46 vitórias e 34 derrotas)

É a equipe com os melhores confrontos nas últimas rodadas: enfrenta o Miami Heat, já classificado para os playoffs do Leste, e o Memphis Grizzlies, time mais esforçado em perder em toda a liga. Quanto a isso, é a equipe com o melhor cenário. Mas tem uma armadilha aí, já que é também o que tem o pior cenário nos critérios de desempate – está em desvantagem perante New Orleans, Denver e Minnesota. Pode se complicar se entregar um dos dois jogos.

Minnesota Timberwolves (8º colocado, 45 vitórias e 35 derrotas)

O maior problema do time vinha sendo a ausência de Jimmy Butler, que voltou na última partida contra o Los Angeles Lakers. Com ele, o time agora enfrenta o combalido Memphis e o rival direto Denver Nuggets. Além de ter um jogo praticamente dado, o Wolves tem, por enquanto, a vantagem direta contra o Denver nos confrontos diretos. O máximo que o time do Colorado consegue é empatar a série e levar para outros critérios, como campanha contra rivais de divisão e conferência.

Denver Nuggets (9º colocado, 45 vitórias e 35 derrotas)

O Denver enfrenta o Portland e o Minnesota. Mesmo que o time só dependa dele mesmo, é certamente o calendário mais difícil de todos. Tem vantagem nos critérios de desempate contra o New Orleans e o Oklahoma City. Contra os demais, está ainda indeterminado.

Aí que o negócio fica mais complicado e meio que dá um nó no cérebro. Há times que estão empatados no primeiro critério de desempate, que são os confrontos diretos na temporada regular. Se isso acontece, leva-se em consideração a campanha destas equipes contra os rivais de divisão e, caso permaneçam empatados, contra os rivais de conferência. Mais complicado ainda – e com boas chances de acontecer – é se mais de dois times terminam com a mesma campanha. Daí são considerados os percentuais de vitórias nos confrontos entre os times empatados. Ou seja, com tantos confrontos entre eles e com tanta possibilidades de empates, é absolutamente impossível prever quem entra.

O bacana é que este cenário já antecipa o clima de playoffs. Todos estes times jogam seus penúltimos jogos hoje e tem suas últimas partidas na quarta. É quase como se o mata-mata já tivesse começado. Vale a pena acompanhar de perto.

Comentários