Astro do Golden State Warriors não quer se encontrar com Trump

Tradição nos Estados Unidos é que equipes vencedoras das principais ligas do país visitem o presidente

Relacionadas

Vários integrantes do time campeão da NBA nesta temporada, o Golden State Warriors, não desejam se encontrar com o presidente norte-americano, Donald Trump, caso a equipe seja convidada para uma visita à Casa Branca. Há uma tradição, nos Estados Unidos, de que os times vencedores das principais ligas de diversos esportes compareçam a Washington para receber os parabéns do presidente.

No caso dos Warriors, tal convite ainda não ocorreu, mas o armador e astro da equipe, Stephen Curry, já declarou que provavelmente não comparecerá. "Alguém me perguntou sobre isso há alguns meses, se hipoteticamente ganhássemos o campeonato eu iria", explicou Curry. "Respondi que não iria e ainda me sinto assim", declarou à agência AFP.

O comentário de Curry foi feito dois dias depois dos Warriors derrotarem o Cleveland Cavaliers por 129 a 120, fechando a série final em cinco jogos (4-1) e conquistando seu segundo título da NBA em três anos.

As políticas e declarações polêmicas de Trump incomodaram muitos atletas profissionais, incluindo jogadores da NBA, em sua maioria negros.

Curry espera que o tema seja debatido na equipe. "Tenho certeza de que vamos conversar sobre isso como time", declarou. "É um momento do qual precisamos aproveitar juntos e nada deve distrair a gente do que conseguimos realizar juntos". "E os diversos tipos de cerimônias e tradições que ocorreram com as equipes que ganham o campeonato, não queremos que corrompa o que realizamos este ano".

MAIS SOBRE:

basquete NBA Stephen Curry Cleveland Cavaliers
Comentários