Argentinos queimam boneco de Arturo Vidal em provocação ao Chile; veja

Apesar da rivalidade entre as torcidas, queima de bonecos é uma tradição em La Plata, província de Buenos Aires

Relacionadas

Fora do Copa do Mundo de 2018, o Chile foi alvo de uma provocação dos torcedores argentinos durante as comemorações do  

Réveillon. Em La Plata, província de Buenos Aires, um boneco gigante de Arturo Vidal assistindo ao Mundial pela televisão foi queimado na rua.

+ Carille abre portas para rivais: 'Não sou eterno no Corinthians'

+ Para evitar novas lesões, jogador australiano de rúgbi amputa dedo

+ Site vaza prováveis novas camisas de Barcelona e Paris Saint-Germain

A rivalidade entre as torcidas aumentou após duas decisões de Copa América perdidas para o país vizinho, porém, a queima de bonecos é uma tradição local. Nesta virada de ano, foram 86 deles incendiados na região.

Francisco Riga, criador do boneco de Vidal, afirmou durante entrevista o jornal Las Últimas Noticias, que tudo não passou de uma brincadeira. "Tivemos a ideia de fazer o boneco de Vidal porque ele é o jogador mais importante do Chile, mas fizemos de forma bem humorada, e não de forma ofensiva, como muitos pensaram. Inicialmente, pensamos em usar Alexis Sanchez, mas é falastrão, provoca e tem um pouco de soberba. Achamos que seria divertido, mas não sabíamos que teria tanta repercussão", conta.

Veja o vídeo:

MAIS SOBRE:

futebol seleção argentina masculina de futebol seleção chilena masculina de futebol Arturo Vidal Copa do Mundo Rússia 2018 [futebol]
Comentários