Sporting: mesmo sem condições psicológicas, atletas jogarão a final

Torcedores encapuzados invadiram o CT do clube e atacaram a equipe

Relacionadas

O elenco do Sporting foi atacado em seu próprio centro de treinamento por 50 torcedores do clube. Após ameaçarem não entrar em campo pela final da Taça de Portugal, os jogadores emitiram nota nesta quarta-feira afirmando que vão a campo no próximo domingo.

Descubra o que a imprensa internacional falou sobre a convocação de Tite

Palmeiras entra em campo podendo conquistar a melhor campanha ou eliminar o Boca

Vídeo divertido anuncia nomes dos convocados para a seleção inglesa

"Por respeito pelos seus colegas e pelo Clube Desportivo das Aves, e a todos os que amam e vivem de futebol, sem prejuízo das decisões que cada um tomará, os nomes apresentados no abaixo assinado honrarão a sua condição de profissionais disputando o jogo da final da Taça de Portugal", explicou o comunicado.

Junto ao Sindicato de Jogadores do país, os atletas informaram também que jogarão apesar de não possuírem "condições anímicas e psicológicas para de imediato retomarem a sua atividade de uma forma normal".

Encapuzados para esconder os seus rostos, os vândalos tentaram intimidar os presentes no gramado do CT e rapidamente partiram para a violência usando tochas, barras de ferro e cintos para agredir os atletas e membros da comissão técnica.

Entre os atletas, o atacante Bas Dost foi quem levou a pior. Ele teria sido encurralado e jogado ao chão, antes de levar chutes, pontapés e golpes de ferro na cabeça. Imagens dele já no hospital mostraram dois profundos cortes em sua testa. "Eu me sinto completamente vazio", contou o jogador em entrevista ao site holandês AD.

"Ninguém tem noção do que aconteceu e não admito que brinquem com a vida ou com o ataque bárbaro que vivemos. Estamos assustados, tristes, desiludidos e com medo. Respeitem quem passou momentos de aflição e terror. Isto é uma vergonha, foi um ato criminoso não foi uma briga de amigos na rua", escreveu o preparador físico Márcio Sampaio em seu Facebook.

Investigação

Pouco depois da confirmação dos jogadores de que estarão em campo no próximo domingo, o Sporting divulgou um outro comunicado em seu site oficial para confirmar que foram realizadas buscas nas instalações do clube como parte de uma investigação que servirá para apurar os responsáveis pelos atos de violência e para que depois a Justiça possa punir os envolvidos criminalmente.

"O Sporting Clube de Portugal confia na justiça e, como sempre defendeu, prestou e prestará toda a colaboração necessária para a apuração da verdade", informou o clube.

MAIS SOBRE:

Futebol Sporting Clube de Portugal agressão física
Comentários