Clube que contratou o goleiro Bruno tem apenas mais um jogador 

Sem sede e funcionários, o Montes Claros afirma que está "querendo voltar"

Relacionadas

Apenas dois jogadores estão registrados na CBF pelo Montes Claros Futebol Clube. Um deles é o goleiro Bruno, que saiu da prisão no fim do mês passado, após ser condenado a 22 anos e três meses por sequestro, cárcere privado e assassinato. O outro, é o volante Léo Baiano, emprestado ao Boa Esporte, de Varginha.

De acordo com o blog do Marcel Rizzo, do Uol esporte, o novo time do goleiro Bruno não tem um funcionário, não tem sede e o único projeto que funcionava, uma escolinha de futebol, foi desativada. "Estamos querendo voltar. Queremos ter um time para o segundo semestre”, disse ao blog o presidente do Montes Claros, Ville Mocellin.

No site da Federação Mineira de Futebol, o Montes Claros não existe, já que o clube não disputa nenhum torneio de base.

O contrato de Bruno com o Montes Claros é válido até fevereiro de 2019, sua liberação da equipe só acontecerá mediante pagamento de multa rescisória, que chega a R$ 2,86 milhões.

MAIS SOBRE:

futebol Montes Claros Futebol José Pereira de Sampaio
Comentários