Depois de gastar R$ 900 milhões, Guardiola detona contratações 'exorbitantes'

Técnico do Manchester City acredita que valores sofrerão queda nos próximos anos

Relacionadas

Às vésperas da estreia do Manchester City no Campeonato Inglês, o técnico espanhol Josep Guardiola, garantiu que os valores pagos por jogadores na Europa estão acima do normal e prevê uma queda nas próximas temporadas.

"Tudo começou com a contratação de Cristiano Ronaldo pelo Real Madrid por 80 milhões de libras, depois, Gareth Bale por 85 milhões de libras. A partir daí, tudo ficou mais caro. Agora, aconteceu a transferência de Neymar, mas, isso vai acabar. É insustentável", avaliou o ex-Barcelona.

O curioso é que o City, onde o técnico trabalha, gastou a quantia de R$ 900 milhões apenas na atual janela de transferências, apostando na chegada de atletas como Benjamin Mendy, Kyle Walker e Bernardo Silva. Ele tentou justificar a intensa movimentação no mercado.

"Tínhamos seis jogadores que acabavam contrato, e, nos últimos seis ou sete anos, o City não contratou laterais. Tivemos que buscá-los, porque não tínhamos. Espero que, no ano que vem, eu siga aqui e não gastemos tanto", disse o comandante da equipe.

Guardiola garantiu, no entanto, que o clube de Manchester, que conta com os brasileiros Danilo, Fernandinho e Gabriel Jesus, ainda não fechou o elenco para a temporada 2017/2018.

"Ainda faltam 20 dias para o fim da janela e faremos mais contratações. Mas, nos próximos anos, o City trará um, dois ou, talvez, três jogadores, no máximo", avaliou o comandante.

MAIS SOBRE:

Futebol Real Madrid Josep Guardiola Fernandinho Neymar Cristiano Ronaldo Gareth Bale Gabriel Jesus Manchester United Football Club Manchester City Football Club futebol
Comentários