Guerrero quer se encontrar com o papa e ganhar bênção por novo recurso na Fifa

Atacante está em Lima, cidade que será visitada por Francisco nos próximos dias

O atacante Guerrero, suspenso pela Fifa até o dia 3 de maio, quer se encontrar com o papa Francisco em sua cidade natal, Lima, que será visitada pelo pontífice nos próximos dias. 

Depois de o Comitê de Apelação da Fifa ter diminuído sua pena de 1 ano para 6 meses, o que vai possibilitar que o atacante jogue com a seleção peruana na Copa da Rússia, Guerrero agora busca um encontro com o papa, que estará em visita a Lima de quinta a domingo.

Presidente do PT confunde faixa de torcida e vê apoio a Lula em estádio alemão

Chegada de Turan a Istambul provoca confusão e polícia usa gás lacrimogêneo

Barça se confunde e mostra escudo do Palmeiras-RN ao falar sobre Mina

A ideia é obter uma bênção às vésperas de uma nova apelação que o atacante deverá encaminhar à Fifa, para tentar suspender a punição completamente. Os advogados do peruano devem apelar novamente à 

O jornal El Bocón, do Peru, destacou na edição deste domingo que Guerrero busca "ajuda divina" para se encontrar com o papa e tentar reverter a punição. Ele viajou ao Peru ao lado da mãe, que vai "usar suas influências", de acordo com o jornal, para tentar o encontro com o papa.

"A fé é a nova arma a qual Guerrero vai recorrer para que possa voltar a jogar e assim estar em ótimas condições para a Copa da Rússia de 2018", afirma o jornal.

MAIS SOBRE:

futebol Flamengo Guerrero Copa do Mundo Rússia 2018 [futebol]
Comentários