Livro conta a história das origens de Corinthians, Palmeiras e São Paulo 

Obra fala de questões políticas, econômicas e conflitos étnicos dos três grandes clubes paulistas

Relacionadas

De acordo com o livro 'Cego é Aquele que Só Vê a Bola', as identidades de Corinthians, Palmeiras e São Paulo foram forjadas nas primeiras décadas do século 20, por razões políticas, econômicas e conflitos étnicos.

A obra de João Paulo França Streapco, que a Editora da USP, separa os clubes pelo que são conhecidos hoje. Como narra o Jornal da USP: O Corinthians é o "time do povo", mas ficou uma década sem jogadores negros. O Palmeiras é o "clube da comunidade italiana" porque tentou evitar conflitos que agitavam a  comunidade ítalo-paulista. E o São Paulo, o "time de elite", usou essa "marca" para conquistar torcedores do Clube Atlético Paulistano, da Associação Atlética das Palmeiras e do São Paulo da Floresta.

São 248 páginas contanto sobre o quadro de origens do futebol em São Paulo e especificando detalhes da história dos três grandes clubes paulistas. 

MAIS SOBRE:

Futebol São Paulo FC Corinthians Palmeiras Futebol
Comentários