Polícia investiga 3 torcedores que teriam ateado fogo em carros de presidente de clube

Dois carros foram incendiados na garagem da casa de Daniele Sebatiani, presidente do Pescara,

Relacionadas

Três jovens, entre 20 e 27 anos, são investigados de atear fogo em dois carros do presidente do Pescara, Daniele Sebastiani, em 7 de fevereiro. De acordo com o jornal La Gazetta dello Sport, agentes da unidade de Pescara da Divisão de Investigações Gerais e Operações Especiais (Digos, na sigla em italiano) fizeram uma busca na casa dos suspeitos, dos quais dois são membros de uma torcida organizada do clube, enquanto o terceiro teria envolvimento com grupos de extrema-direita. Ainda segundo a publicação, as autoridades seguem em busca de outros dois jovens que também teriam participado do ataque. 

No mesmo dia do atentado na garagem de sua residência, Sebatiani havia prometido que deixaria o clube ao final do ano. No entanto, em 9 de fevereiro, afirmou que não se intimidaria e que apenas venderia o clube se aparecesse alguma oferta. "Não estou preocupado com os carros, posso comprar outros, mas o pior é o estrago que isso causa na cidade. Eles mancharam a imagem da cidade e jogaram fora todo o bom trabalho que fizemos nos últimos cinco anos", declarou o presidente ao jornal Il Corriere della Sera. "Estou disposto a vender o clube e sair ao final do ano se aparecer alguém com sérias intenções, mas não deixarei que me tirem o Pescara por delinquentes e intimidações. Não tenho medo."

 

 

O ataque ocorreu dois dias depois do clube ser goleado por 6 a 2 pela Lazio, em casa. Atualmente, o Pescara é o último colocado do Campeonato Italiano, com 12 pontos ganhos em 27 rodadas. Ao todo, os biancazzurri acumulam duas vitórias, seis empates e 19 derrotas, com 28 gols feitos e 60 tomados. 

MAIS SOBRE:

futebol italia
Comentários