Prefeito de Londres aprova projeto para novo estádio do Chelsea, de R$ 1,9 bi

Estimativa da obra leva em consideração obras para melhorias da região de Stamford Bridge

Relacionadas

Depois de ser aceito de forma unânime pelo conselho regional do distrito de Hammersmith e Fulham, o prefeito de Londres, Sadiq Kahn, aprovou, nesta segunda-feira, a proposta para a construção do novo estádio do Chelsea. 

"Depois de observar o projeto, estou satisfeito com a alta qualidade e o design espetacular que irá aumentar expressivamente e capacidade do atual estádio, assim como assegurará que os fãs terão fácil acesso dos meios de transporte público locais", declarou o prefeito através de um comunicado. "Estou confiante que este novo estádio será uma joia na coroa esportiva de Londres e irá atrair visitantes e torcedores de futebol de todo o mundo." 

 

 

A nova casa do Chelsea será construída na mesma área onde hoje está o Stamford Bridge, local que abriga o clube desde sua fundação, em 1901. O projeto de renovação é de 500 milhões de libras (R$ 1,910 bilhão) e deverá abrigar 60 mil torcedores, contra 41,6 mil do atual estádio. Também estão incluídos no projeto obras para melhorias da vizinhança, como 12 milhões de libras (R$ 45,85 milhões) para capacitação de moradores e contribuição de 3,75 milhões de libras (R$ 14,33 milhões) para casas populares. 

O clube, por sua vez, ainda não estipulou uma data para o início das obras do novo estádio. "Outros passos estão à frente após o processo de planejamento antes que a construção comece", publicou o Chelsea em seu site oficial.

MAIS SOBRE:

futebol londres Chelsea
Comentários