Presidente do rival da Chape é técnico de outro time que também está na Libertadores

Ex-técnico da seleção venezuelna, Cesar Farías preside o Zulia e treina o The Strongest, da Bolívia

Relacionadas

Nesta terça-feira, a Chapecoense faz sua primeira partida da história na Copa Libertadores diante do Zulia, da Venezuela, equipe que também nunca disputou o torneio continental antes. O clube, fundado em 2005, surpreendeu o futebol local no ano passado, ao conquistar a Copa Venezuela, o torneio Clausura e ficar com o vice-campeonato nacional geral, perdendo a finalíssima para o Zamora. 

Nomeado em homenagem à província em que fica a cidade de Maracaibo, o Zulia é presidido por Cesar Farias, ex-jogador e treinador da seleção venezuelana, que comprou a maioria das ações do clube em 2014, como citado em matéria do ESPN.com.br. Ele possui identificação com a região, já que foi treinador do extinto Zulianos entre 1999 e 2002. 

Porém, enquanto dirige o Zulia, Farias também é o treinador do The Strongest, da Bolívia, que está na Libertadores deste ano e estreará na competição dois dias depois e a 3 mil km de distância, em La Paz, contra o Independiente Santa Fe, da Colômbia. 

Como citado pela ESPN, ainda não há possibilidade dos dois clubes se enfrentaram, já que o Zulia está no Grupo 7, enquanto o The Strongest, no 2. Um provável confronto seria possível apenas na fase de mata-mata. No entanto, em três rodadas da primeira fase ambas as equipe jogarão no mesmo dia, o que pode ser um problema para Farias. 

MAIS SOBRE:

futebol zulia the strongest chapecoense copa libertadores Venezuela
Comentários