Ribéry: 'Senti que me roubaram a Bola de Ouro de 2013 para darem a CR7'

Atacante francês questionou falta de 'apoio unânime' pelos seus compatriotas

Relacionadas

Franck Ribéry, atacante francês do Bayern de Munique, afirmou ter sentido que lhe "roubaram a Bola de Ouro" de 2013 para a entregarem a Cristiano Ronaldo, e atribuiu a perda do prêmio por não ter "o apoio unânime" dos franceses. 

"Senti como se tivessem me roubado. Me apoiaram alguns franceses, mas não senti uma torcida unânime do meu país", lamentou o atacante, em declarações ao programa "Canal Football Club", da emissora francesa Canal+. 

 

Com volta de Tevez ao Boca, Neymar tem o maior salário do futebol mundial; veja lista

Philipppe Coutinho será vizinho de Messi e Suárez em Barcelona

+ Siga o Fera no Twitter!

 

 

Ribéry, então com 30 anos, havia conquistado a Liga dos Campeões 2012/13 com o Bayern, em final contra o Borussia Dortmund, em Wembley, mas terminou em terceiro no pódio do prêmio, com 23.36% dos votos, atrás de Lionel Messi, com 24.72%, e de Cristiano Ronaldo, com 27.99%. 

"Vi com meus próprios olhos, a franceses, a treinadores, dizerem: 'é para Cristiano Ronaldo'. Acha que Portugal gostaria que ganhasse Messi ou Ribéry? Tenho certeza que não", assumiu o jogador. 

A edição de 2013 do prêmio da Bola de Ouro, à época promovido pela revista francesa France Football em parceria com a Fifa, foi cercada por polêmicas devido às mudanças nas datas de votação, que incluíram as partidas da repescagem das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, que foram disputadas em novembro de 2013. Esta modificação beneficiou Cristiano Ronaldo, que se destacou na disputa com a Suécia, na qual marcou quatro gols, em na partida de ida, e outros três na volta. 

 

 

 

MAIS SOBRE:

futebol Franck Ribery Cristiano Ronaldo
Comentários