Robinho se arrepende de como deixou o Real: 'Não me comportei bem'

Atacante do Atlético-MG gostaria de se 'reencontrar com presidente merengue e agradecer por todas as coisas boas que fez'

Relacionadas

Hoje no Atlético-MG, Robinho foi contratado pelo Real Madrid, em 2005, como uma das maiores promessas do futebol mundial à época. Após quatro temporadas, o brasileiro assinou com o Manchester City e deixou o Santiago Bernabéu de forma conturbada. Em entrevista ao jornal El Espanõl, Robinho contou que se arrepende da forma como a negociação foi conduzida por ele. 

"Foi muito polêmica da minha parte. Era muito jovem, muito explosivo, hoje tenho outra cabeça, outra mentalidade. Não tive um bom comportamento", respondeu o atacante. Ainda hoje, ele afirma que gostaria de se reencontrar com o presidente do clube merengue. "Sim, gostaria muito de voltar a ver Florentino Péres, dar-lhe um abraço e o agradecer por todas as coisas que fez por mim. Por todo o carinho que me deu. Gostaria de revê-lo. O Real Madrid me deu muitas coisas boas." 

À época, Robinho não se dava muito bem com o técnico Bernd Schuster e, na janela de transferências antes da temporada 2008/09, o brasileiro acreditava que seria usado como moeda de troca para a contratação de Cristiano Ronaldo, como relatado pelo jornal britânico Mirror. Tentado a assinar com o Chelsea, a convite de Luiz Felipe Scolari, Robinho recusou uma oferta de renovação do clube espanhol.

No entanto, seu empresário se adiantou na negociação com o time de Londres e acertou a ida do brasileiro para o Manchester City, como registrado pelo UOL.  mudança de última hora do novo clube do jogador fez com que ele rompesse com seu então empresário, Wagner Ribeiro, citado por matéria do Estadão. Cristiano Ronaldo finalmente chegou ao Santiago Bernabéu no ano seguinte à saída de Robinho. 

MAIS SOBRE:

futebol atletico-mg Robinho Real Madrid
Comentários