Tevez: 'Levo meu filho à favela comigo para apanhar e não desmunhecar'

Declaração de ídolo do Boca Juniors em programa de TV causou polêmica e críticas na Argentina

Relacionadas

Tévez disse que leva Lito, seu único filho homem, a Fuerte Apache, o bairro onde cresceu. A razão, porém, não é convencional. "Levo o Lito ao bairro comigo. É garoto, mas imagine... A mãe, as avós, o único homem, entende? Se não o levo ao bairro para que lhe deem umas pancadas, ele pode desmunhecar", disse o jogador.

Um dos entrevistadores tentou amenizar a declaração na hora. "Claro, de ser frágil ante as adversidades", comentou o jornalista. Tévez prosseguiu confirmando o que tinha falado anteriormente. "Então, o levo ao bairro para que se faça com os garotos dali. Que jogue bola. O levo por isso."

 

De volta ao Boca, Tevez revela que passou sete meses de férias na China

Enquanto não se apresenta ao Boca, Tévez joga pelada na rua em Buenos Aires

+ Siga o Fera no Twitter!

 

 

A declaração foi dada para o canal de televisão argentino TyC Sports, em entrevista que foi ar na última segunda-feira, 15. O atacante do Boca Juniors deu longa entrevista, onde falou sobre temas variados: a ida para o futebol chinês, a volta ao Boca, a gestão de Mauricio Macri, além do comentário sobre seu filho. Foi nesta entrevista, por sinal, que ele revelou ter passado "sete meses de férias" na China.

Em outro ponto da entrevista, Tévez disse que uma visita a Fuerte Apache foi uma das razões para voltar ao futebol argentino. Ao jogar futebol com as pessoas do local e rever a realidade dos moradores, notou que precisava recuperar a "fome" de jogar.

Tévez, inclusive, foi visto jogando uma pelada pelas ruas do bairro nos últimos dias. 

 

 

MAIS SOBRE:

futebol carlos tevez Boca Juniors
Comentários