Vídeo: companheiros de time trocam socos após passe errado na China

Jogadores atuam como reservas no Guangzhou Evergrande

Relacionadas

O Guangzhou Evergrande é um clube de futebol da província de Cantão, na China. Na última segunda-feira (9) o time fazia um jogo treino quando dois companheiros de equipe se desentenderam e protagonizaram uma briga ainda dentro de campo.

Noite com Neymar e 'parças' é arrematada por R$ 137 mil em leilão

CR7 parabeniza filho por artilharia no campeonato da escola

Barcelona vence e bate recorde no Espanhol: 39 jogos sem derrotas

Aos 35 minutos, Situ Hualong deu um passe ruim. Foi o que bastou para que Wang Junhui e ele começassem a briga, que começou na gritaria e foi parar na troca de golpes. A dupla teve que ser separada por colegas da equipe técnica e a partida ficou parada por sete minutos.

Wang Junhui levou um cartão vermelho e foi expulso do gramado, enquanto Situ Hualong foi advertido com um cartão amarelo. Após o ocorrido, o clube afirmou em nota que ambos os jogadores foram multados em 200 mil yuan chineses, o equivalente a R$ 108 mil, além de ficarem afastados por tempo indefinido e receberem um salário mínimo nos próximos três meses.

"Os jogadores do Evergrande têm que liderar pelo exemplo com disciplina e respeito pelos árbitros, adversários e companheiros de equipe. Qualquer um que violar essas regras pagará um preço", afirmou o clube no comunicado.

O Guangzhou Evergrande tem a fama de ser rápido em suas decisões quanto às punições de atletas por irregularidades. Em março deste ano, o brasileiro Alan Carvalho foi multado 100 mil yuans depois de ter dado uma cotovelada no adversário do Tianjin Quanjian, Liu Yiming.

Punições como esta são comuns no futebol chinês. O ex-meia do Chelsea, Oscar, foi suspenso por oito partidas e multado pelas autoridades do futebol chinês em junho de 2017, depois de ter sido apontado como responsável por dar início a uma confusão na partida do Shanghai SIPG com o Guangzhou R & F.

MAIS SOBRE:

Futebol China [Ásia]
Comentários