Brasileiros passaram 800 milhões de horas assistindo e-Sports em 2016

Jogos como League of Legends são uma verdadeira mania, principalmente entre os jovens

Relacionadas

O universo dos esportes eletrônicos vem crescendo de forma acelerada em todo o mundo e o Brasil vem acompanhando os mesmos passos. O País é hoje um dos principais consumidores dessas modalidades. Desenvolvido em 2009, o League of Legends (LoL) é o principal jogo do segmento e já possui mais de 100 milhões de jogadores mensais. Ele é um das dezenas de jogos que dão origem a torneios específicos dentro do segmento de e-Sports, como o Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL).

Responsável por movimentar cerca de US$ 900 milhões (R$ 2,83 bilhões) em todo o mundo, essa categoria de games tem presença significativa no Brasil. Segundo dados da plataforma Twitch, em 2016 os brasileiros consumiram mais de 800 milhões de horas de jogos.

A prova de que esse universo vem ganhando cada vez mais peso em nosso país, é a entrada de Ronaldo Fenômeno nos esportes eletrônicos. Juntamente com o campeão mundial de pôquer, André Akkari, os dois se tornaram sócios do CNB – um dos principais e mais antigo clubes da modalidade no país. "Junto com o crescimento da modalidade, estamos vendo também um crescimento de investimento na área. Hoje, podemos apontar diferentes marcas que resolveram apostar nos esportes eletrônicos para trazer novas conversões. Isso mostra que estamos no caminho certo e a tendência é melhorar a cada dia e profissionalizar a nossa área cada vez mais", comenta Carlos Júnior, CEO e um dos sócios fundadores do CNB.

 

 

Outro ponto a ser destacado é o investimento da RIOT Game, desenvolvedora do LoL, que, em parceria com o SporTV, transmite todas as rodadas do Campeonato Brasileiro da modalidade, gerando grandes audiências e oportunidades de exposição das marcas, o que torna a ação bastante parecida com os patrocínios no futebol. Atenta a essas oportunidades no mercado, a e-Brainz se tornou a primeira agência especializada em desenvolver projetos e experiências únicas que conectam marcas aos e-Sports.

Neste final de semana, por exemplo, a Pain Gaming e Team One e-Sports decidem o segundo split do CBLoL 2017 no ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte. Além do SporTV, diferentes cinemas do país farão a transmissão do evento, contabilizando mais de um milhão de pessoas acompanhando o evento.

MAIS SOBRE:

Games Videogame
Comentários