Campeonato Brasileiro de LoL pode ter controle antidoping pela primeira vez

Desenvolvedora do game, a Riot informa que controle está 'no radar' para este ano

A Riot Games, desenvolvedora de League of Legends, pode implementar pela primeira vez, neste ano, o controle antidoping no Campeonatgo Brasileiro de LoL. O tema entrou em pauta após algumas equipes do game entrarem em contato com a empresa, com a suspeita de que atletas estariam usando substâncias para aumentar a concentração.

O assunto foi divulgado pelo portal Globoesporte e, segundo as informações, a companhia estaria atenta a regular ou proibir o uso de drogas que possam influenciar no desempenho dos atletas - e, entre elas, as chamadas drogas de uso social, como o álcool.

Segundo a reportagem do portal, uma lista de substâncias proibidas já teria sido passada às equipes, mas ainda não há data para que o controle entre efetivamente em ação, por conta do investimento necessário e da logística que envolve o controle.

Fifa 18 lidera lista dos jogos mais vendidos da PSN brasileira em 2017

Garoto de 14 anos 'torra' todo dinheiro da família em compras no Fifa-18

Alonso anuncia criação de equipe própria de automobilismo virtual

"O antidoping está no radar da Riot Games e é um assunto que está sendo estudado pela empresa. Novas informações acerca do tema serão divulgadas quando uma posição for definida pela companhia", afirma nota divulgada pela Riot.

Apesar de ainda não haver calendário oficial para este ano, o Campeonato Brasileiro de LoL deve começar no próximo dia 20. Participam da elite da competição as equipes: Team One (atual campeã), Pain Gaming, INTZ, Keyd , CNB, Red Canids Corinthians, ProGaming e Kabum.

MAIS SOBRE:

games eSports
Comentários