Canoísta japonês pode ser banido do esporte após causar doping de rival

Já suspenso por oito anos pela agência antidoping, Yasuhiro Suzuki enfrenta investigação da federação local da modalidade

Relacionadas

O canoísta de velocidade japonês Yasuhiro Suzuki poderá ser banido do esporte após admitir ter adulterado a bebida do rival Seiji Komatsu com um esteroide anabolizante para acabar com os sonhos olímpicos do adversário, relatou nesta quarta-feira, 10, a agência de notícias Kyodo.

Já suspenso por oito anos pela agência antidoping do país, Suzuki agora enfrenta uma investigação da Federação de Canoagem do Japão (JCF, na sigla em inglês) após o incidente. 

Suzuki se desculpou por colocar Komatsu sob “suspeita injustificada” ao adulterar sua bebida, o que fez com que Komatsu fosse reprovado em um exame antidoping em uma competição nacional em setembro.

 

Canoísta japonês é suspenso por colocar anabolizante na água de rival

Pesquisa indica que Bruna faz Neymar ter melhor média de gols pela seleção

+ Siga o Fera no Twitter!

 

“Em vez de trabalhar duro, eu cometi um ato irregular como um atleta e, além disso, como um membro da sociedade”, disse Suzuki em comunicado divulgado por seu advogado.

Komatsu foi provisoriamente suspenso após não passar em um teste antidoping, mas o atleta de 25 anos foi autorizado a retomar sua tentativa de classificação aos Jogos Tóquio 2020 após a confissão de Suzuki durante investigação da JCF.

“No início não pude acreditar que este tipo de coisa aconteceria no Japão”, disse Komatsu, revelando que havia de fato desistido de seus sonhos para a Olimpíada de 2020. “Até o sr. Suzuki confessar, eu estava em um estado mental ruim. Eu comecei a ficar desesperançoso sobre competir na Olimpíada de Tóquio, que era impossível”, acrescentou. / REUTERS

 

 

MAIS SOBRE:

canoagem Yasuhiro Suzuki Japão [Ásia] doping
Comentários