'Escrevi meses antes que seria campeão olímpico', diz Thiago Braz, ouro no Rio

Atleta revela que traçou objetivo e depois 'só' teve que correr atrás

Relacionadas

Thiago Braz protagonizou um dos momentos mais emocionantes da Olimpíada do Rio de Janeiro ao, na noite do dia 15 de agosto, superar o recordista mundial Renauld Lavillenie e conquistar a inédita medalha de ouro para o Brasil no salto com vara. E ele, que nesta terça-feira assinou contrato com o Esporte Clube Pinheiros, revelou que "já sabia" que seria campeão olímpico.

"Em janeiro do ano passado, eu escrevi no meu celular que eu ia ser o primeiro do mundo e campeão olímpico. Eu coloquei um objetivo e fiz de tudo para isso se tornar realidade. Os resultados ruins me serviram de ensinamento, eu fui adquirindo experiência e consegui o salto perfeito bem no dia da Olimpíada", revelou o atleta, em entrevista exclusiva ao Fera. "Era um sonho que eu tinha de saltar mais de seis metros e se confirmou em uma Olimpíada dentro da minha casa. Então não poderia ser melhor", comemorou.

O brasileiro ainda comentou sobre as vaias recebidas por Lavillenie durante os saltos e disse que isso não era motivo para o francês fracassar e que ele usou isso como desculpa por perder: "O pessoal vaiou apenas o último salto. Nos dois primeiros, ele poderia ter feito alguma coisa. Não sei se influenciou tanto", indagou, comentando ainda a informação de que o recordista mundial afirmava, antes da prova, que Braz "tinha talento, mas que era um atleta inconstante": "Pra falar a verdade, eu nem li essas notícias. Foi a Ana Paula, minha esposa, que viu. E ela só mostrou pra mim depois que eu competi e ganhei a medalha. Na hora da competição eu nem sabia. Depois eu fique pensando 'nossa, olha o que ele falou de mim, deve ter se arrependido agora'", comentou, aos risos.

Assinando com um clube do Brasil, Thiago tem mais tempo de ficar perto da família e pôde realizar um sonho: visitar o Engenhão, local que  oconsagrou como campeão olímpico: "Foi muito emocionante voltar ao Engenhão. Senti todas as lembranças, o público me empurrando aquele dia. Foi gratificante demais pisar naquele lugar novamente", finalizou.

MAIS SOBRE:

Salto com vara Thiago Braz Brasil Esporte Clube Pinheiros Olimpíada Ana Paula
Comentários