Ginasta campeã olímpica revela ter sido estuprada por atleta: 'Eu sobrevivi a você'

Tatiana Gutsu disse ter sido violentada por Vitaly Scherbo durante uma etapa da Copa do Mundo

Relacionadas

Tatiana Gutsu é uma das maiores ginastas de todos os tempos, conquistando o ouro no individual geral e por equipes na Olimpíada de Barcelona, em 1992. 25 anos depois, finalmente ela teve coragem de revelar seu maior segredo: foi estuprada por um atleta durante uma etapa da Copa do Mundo de Ginástica.

De acordo com a ex-ginasta, hoje com 41 anos, o autor da agressão foi Vitaly Scherbo, de Belarus, detentor de seis medalhas de ouro em Jogos Olímpicos, que a teria violentado em um torneio que aconteceu em Stuttgart, na Alemanha. Em grande desabafo em seu Facebook, Gutsu mostrou toda a sua mágoa com o ex-colega de equipe também com outros atletas, que não fizeram nada para impedir o estupro.

Veja a declaração na íntegra:

Essa sou eu sendo corajosa após 27 anos. Tatyana Toporova, que eu pensava que era minha amiga e colega no time nacional da URSS, obrigado por não ser corajosa por mim quando precisei que você se levantasse, que me apoiasse e lutasse pelos direitos da mulher em um ato tão terrível. Não é não. Você estava lá, ouviu tudo e não fez nada para me proteger... 

Rustam Sharipov, obrigado por ser um grande guarda-costas para seu amigo que me estuprou em Stuttgart 1991 e não me protegeu quando eu era uma garotinha com 15 anos.

Vitaly Sherbo, monstro que me deixou presa com medo por tantos anos. Eu sei que você vai tentar se defender, mas meus detalhes são muito mais fortes do que suas palavras. Eu estou mais forte do que nunca. Você não pode mais me derrubar. Essa é a minha história de Cinderella.

Eu sobrevivi a você e irei apoiar qualquer uma que quiser denunciar e que irá ganhar confiança em si mesma para ajudar outras mulheres.

Obrigada Gena Tay.

MAIS SOBRE:

Ginástica crime sexual [Assédio Ato libidinoso Corrupção de menor Estupro] Ginástica
Comentários