Holloway diz que McGregor não volta ao UFC após luta com Mayweather

Dinheiro que irlandês vai embolsar no combate, para campeão dos penas, vai fazer irlandês repensar o assunto

Relacionadas

O campeão dos penas do UFC, Max Holloway, que recentemente derrotou o brasileiro José Aldo no UFC Rio, diz que o irlandês Conor McGregor não deve retornar ao MMA depois da "luta do século" entre ele e o boxeador norte-americando Floyd Maywheather. O combate, sob as regras do boxe, está marcado para 26 de agosto em Las Vegas, Estados Unidos.

Em entrevista ao programa The MMA Hour, Holloway disse achar que o dinheiro vai falar mais alto e, possivelmente, o que MGregor vai faturar na superluta vai impedir seru retorno aos octógonos.

"Esse cara pode escolher enfrentar quem ele quiser. Esse cara nem está mais falando de MMA, então acho que nós nem deveríamos estar falando dele. Mas no fim das contas, se você ganha US$ 50 ou US$ 75 milhões, você voltaria para o MMA depois disso? Pois é. É muito difícil", disse Holloway.

Apenas a venda de direitos de transmissão pay-per-view da luta deve superar, facilmente, US$ 1 bilhão (R$ 3,3 bilhões). 

O presidente do UFC, Dana White, vem dizendo que, qualquer que seja o resultado da superluta, McGregor tem a volta assegurada ao UFC.

MAIS SOBRE:

lutas MMA
Comentários