Hunt detona White após ser tirado do UFC Austrália: ‘Vai à m***a, careca babaca’

Substituído por Werdum na luta contra Marcin Tybura no UFC Austrália, Mark Hunt não pouco críticas ao presidente Dana White

 Hunt detonou o presidente D. White (Foto: Reprodução/Facebook MarkHunt)

Relacionadas

O peso pesado Mark Hunt não gostou nem um pouco de ser substituído por Fabrício Werdum na luta que faria contra Marcin Tybura, dia 18 de novembro, na atração principal do UFC Austrália, em Sydney. Através de suas redes sociais, o lutador neozelandês perdeu a linha e disparou duras críticas a Dana White, presidente do Ultimate.

"Seu m***a, filho da p**a, por que vocês me tiraram da luta? Vocês vão receber outro processo, seus filho da p**a, vai à m***a seu careca babaca. Você pode beijar a minha bunda se você colocar aquele frango frouxo de m***a. Vai se f***r, filho da p**a”, escreveu Hunt.

O UFC alegou que retirou o ‘Super Samoan’ do card em virtude de problemas de saúde do atleta. A decisão vai de encontro com uma entrevista recente de Hunt, que alegou ter perda de memória em decorrência dos danos sofridos ao longo de sua carreira. Em outra postagem, o peso pesado, com uma postura mais passiva, disse que suas declarações foram mal interpretadas, garantindo estar saudável para lutar.

 

+ Mark Hunt revela perda de memória: ‘É o preço que se paga por ser lutador’

+ Hunt ironiza recusa de brasileiro em lutar pelo UFC: 'tem horário na manicure'

 

 

“Estou desapontado que fui retirado da luta. Passei por todos os exames há dois dias. E gastei US$ 100 mil (R$ 316,9 mil)no camp. A verdade é que o processo que eu abri me fez ser retirado. A entrevista foi tirada de contexto e quero reafirmar a todos os meus fãs, eu embolo minhas palavras somente quando bebo. Estou em forma e saudável e entenderia se o UFC pedisse por exames para assegurar minha segurança, entretanto isso é uma m***a total, f**a-se Dana, você sempre me odiou, seu cachorro. Passei horas com os médicos outro dia e estava liberado para lutar. A entrevista foi mal reproduzida e eu embolar minhas palavras é uma piada entre eu e minha esposa. Minha memória não é tão boa, mas quem lembra das m***a que não quer lembrar?”, concluiu.

Hunt vem de vitória recente por nocaute sobre Derrick Lewis, em junho passado. Aos 43 anos, ele acumula, no Ultimate, um cartel com oito triunfos, cinco reveses, um empate e um no contest. O ápice de sua trajetória na organização foi em 2014, quando disputou o cinturão interino dos pesados contra o brasileiro Fabrício Werdum. Na ocasião, foi nocauteado no segundo round. Ao todo, seu cartel é de 13 triunfos, 11 reveses, um empate e uma luta sem resultado.

MAIS SOBRE:

lutas Mark Hunt Fabrício Werdum UFC MMA Dana White
Comentários