Lutador que vai representar o Corinthians no UFC lembra início de carreira difícil

Douglas Silva, de 23 anos, disse que treinava com equipamentos improvisados e relatou estresse para obter o visto norte-americano

Relacionadas

O lutador Douglas Silva, o D'Silva, de 23 anos, que faz parte da equipe de MMA do Corinthians, vai estrear nessa noite no UFC 213. Pela primeira vez, o atleta vai atuar em um evento numerado (de maior importância) da principal organização de MMA do mundo. No card preliminar, ele vai encarar o norte-americano Rob Font.

Em entrevista ao portal Torcedores, o lutador relembrou as dificuldades no início da carreira e ainda contou que se estressou para obter o visto para entrar nos Estados Unidos.

"Fiquei traumatizado. Vai e volta direto, entrevista, os gastos. É muita burocracia, perdi treinos, foi muita chatice. Tem de arrumar vários comprovantes que você é daqui, tem bens daqui. Nunca tinha ido para os Estados Unidos, não tinha visto. Foi algo bem estressante, para falar a verdade”, afirmou na entrevista.

Silva relembrou o início sofrido da carreira, aos 16 anos. "Um colega tinha um espaço do lado da casa dele com uma mangueira no quintal, na terra. E lá a gente colocou um saco, amarramos um travesseiro na madeira, fizemos uma barra para treinar canelada", disse. "Era só a gente mesmo. Depois fomos evoluindo, achamos um espacinho emprestado. Depois fomos para uma praça, apareceu um outro local, mas nunca deixamos a praça. E aí conseguimos lutar em eventos locais", afirmou ao Torcedores.com.

O UFC 213 acontece neste sábado a partir das 19h30 (horário de Brasília). 

MAIS SOBRE:

lutas UFC MMA
Comentários