Mackenzie Dern revela motivação redobrada para luta no UFC Rio

Lutadora enfrenta Amanda Bobby Cooper no UFC 224, em 12 de maio, no Rio de Janeiro

 Dern (foto) revela motivação para luta no UFC Rio. Foto: Divulgação

Relacionadas

Confirmada para enfrentar Amanda Bobby Cooper no UFC 224, em 12 de maio, no Rio de Janeiro (RJ), a brasilo-americana Mackenzie Dern revelou ter motivações extras para o evento. A lutadora fará sua estreia lutando MMA no Brasil, sua 'segunda casa' e diante de seu pai, a lenda do jiu-jitsu Wellington Megaton. + Georges St. Pierre recusa desafio de Khabib: ‘Ele tem assuntos inacabados’​

+ Revanche entre Mayweather e McGregor no UFC teria regras próprias, diz site + Mundial de luta medieval levará mais de 500 guerreiros a palácio na Escócia​

“É muito especial para mim lutar no Rio. Era uma coisa que eu tinha pedido ao UFC. Fiquei muito feliz por eles me darem essa oportunidade. Minha família estará toda presente, e vai ser a primeira vez que meu pai vai me assistir lutando MMA”. afirmou Dern.

Invicta em sua curta carreira no MMA, Mackenzie, que estreou na modalidade em 2016, vem de vitória sobre Ashley Yoder, no UFC 222, disputado em março desse ano. Mesmo com pouco tempo de intervalo de seu último combate, quando debutou no UFC, Dern espera apresentar evolução aos fãs brasileiros

“Cada combate é um desafio novo para mim. Tento sempre ser uma melhor versão de mim mesma, tanto tecnicamente quanto na parte física. Vim para conquistar meu espaço e ser campeã”.

De olho no jiu-jitsu após o UFC Rio

Mesmo focada no MMA, Mackenzie Dern não esconde de ninguém que sua grande paixão é o jiu-jitsu. Logo após sua apresentação no UFC Rio, a lutadora ministrará um seminário de arte suave exclusivo para mulheres. O evento que será realizado em Barcelona, entre 29 de junho a 01 de julho, leva o nome de Private BJJ Camps – Girls Camp,

“Sempre digo que o jiu-jitsu é o grande amor da minha vida. E mais do que competir e treinar, dar aulas é o meu grande prazer. Isso é uma coisa que farei por toda a minha vida. O Girls Camp recebe meninas do mundo inteiro e é um fomentador do esporte feminino. Quem puder, não deve ficar de fora. É uma oportunidade inesquecível”, concluiu Dern.

MAIS SOBRE:

Lutas Mackenzie Rio de Janeiro [estado] UFC [Ultimate Fighting Championship]
Comentários