Pai de McGregor nega que filho tenha sido ameaçado pela máfia irlandesa

Tony McGregor garante que ameaças a seu filho após briga em bar são 'besteiras totais'

 Tony McGregor saiu em defesa do filho (Foto: Reprodução Instagram TheNotoriousMMA)

Relacionadas

Um dia após o jornalista Paul Williams reportar que o campeão do UFC Conor McGregor se envolveu em uma confusão com a máfia irlandesa e está correndo risco de vida, o pai do lutador negou qualquer briga do filho com mafiosos. Tony McGregor chamou de "total besteira" a reportagem que aponta o envolvimento do atleta em uma briga com mafiosos.

Apesar de em nenhum momento negar que o filho se envolveu em uma confusão no último domingo, McGregor garante que Conor não socou nenhum homem ligado ao grupo Kinahan, que domina o tráfico de drogas em Dublin, capital irlandesa.

+Jornal afirma que Ronda Rousey está próxima de migrar para o WWE

+Sonnen provoca Fabrício Werdum e o desafia para luta de submission

+Siga o Fera no Twitter!

"Isso tudo é uma grande besteira. Essa história está ganhando pernas e está ficando ridículo, de verdade. Está engraçado até. Não temos nada a temer, absolutamente nada. Não há ninguém atrás da gente por nenhuma razão. Nós somos uma família que segue e respeita a lei e vamos continuar na Irlanda sendo uma família que segue e respeita a lei", comentou Tony McGregor ao jornal local "Irish Mirror".

No início da semana, jornais irlandeses reportaram que McGregor havia se envolvido em uma confusão com outros três homens em um bar de Dublin. Na última quarta-feira (29), Paul Williams, respeitado jornalista criminal, disse em seu programa que Conor teria acertado o pai de um membro da máfia local durante a confusão e que mafiosos estariam ameaçando o lutador irlandês.

MAIS SOBRE:

lutas UFC [Ultimate Fighting Championship] Conor Mcgregor
Comentários