Rafael dos Anjos se irrita com Tyron Woodley por cinturão: 'Vire homem…'

Brasileiro não escondeu sua irritação com o campeão dos meio-médios

 Dos Anjos se irrita com T. Woodley. Foto: Facebook / UFC

Relacionadas

Rafael dos Anjos não escondeu sua irritação com o campeão dos meio-médios (até 77,1 kg.) Tyron Woodley. O brasileiro, primeiro colocado no ranking da categoria, é considerado o próximo desafiante ao cinturão, mas aguarda que o norte-americano aceite a disputa. Nesta quarta-feira (07), RDA perdeu a paciência quando Woodley comentou que Nate Diaz seria seu próximo adversário no octógono.

+ Bisping aceita desafio de Lyoto Machida para luta de despedida​

+ Youtubers levam provocações das redes para ringue no Reino Unido

+ Yamazaki ignora críticas de Dana White, mas reconhece erro em luta de Pedrita​

Em entrevista à ESPN dos Estados Unidos, o campeão dos meio-médios revelou que luta contra Nate Diaz, que não luta desde agosto de 2016, está próxima de ser oficializada. Sem perder tempo, Rafael foi até o Twitter e não poupou críticas ao campeão.

"Vire homem e pare de falar de uma luta que não faz sentido, todos sabem que eu sou o verdadeiro desafiante. Você quer enfrentar um cara que nunca venceu um  meio-médio de verdade na vida. Que vergonha...", escreveu dos Anjos no microblog.

Rafael dos Anjos possui um histórico profissional de 28 vitórias e nove derrotas. O brasileiro, que é ex-campeão dos leves (até 70,3 kg), subiu a divisão de meio-médios e venceu três lutas na nova categoria. Em sua última apresentação, em dezembro de 2017, ele não tomou conhecimento de Robbie Lawler e venceu a disputa na decisão unânime dos juízes.

Por sua vez, Woodley tem um cartel de 18 vitórias, três derrotas e um empate. O norte-americano conquistou o cinturão em julho de 2016 ao bater Robbie Lawler por nocaute técnico no primeiro round. Desde então, ele defendeu o título em três oportunidades, sendo a última diante do brasileiro Demian maia, no UFC 214, em julho do ano passado.

MAIS SOBRE:

lutas Tyron Woodley Estados Unidos [América do Norte] UFC [Ultimate Fighting Championship]
Comentários