Shogun recebe indicação para o Hall da Fama do UFC: 'É um terceiro cinturão'

O motivo da inclusão de Shogun no Hall da fama do Ultimate foi a luta épica contra Dan Handerson no UFC 139

 O embaixador do UFC no Brasil, R. Minotauro entregou o troféu para M. Shogun. (Foto: Reprodução/ Instagram Maurício Shogun)

Relacionadas

Durante o UFC 224 no sábado (12) no Rio de Janeiro, Maurício Shogun Rua foi homenageado com a indicação para o Hall da Fama do UFC. O prêmio é devido a luta no UFC 139 contra Dan Henderson. Durante a coletiva de imprensa, o brasileiro afirmou que a conquista é como um "terceiro cinturão". + Despedida do Fenômeno: personalidades homenageiam Vitor Belfort​

+ Amanda, Jacaré e Lyoto são favoritos nas casas de apostas para o UFC 224 + Funcionários do UFC são assaltados em frente a hotel no Rio de Janeiro​

Shogun disse que está muito feliz com a homenagem. “Realmente não esperava. Meu empresário (Eduardo Alonso) me avisou dois dias atrás que ia ter uma surpresa no Rio, mas não podia falar qual era. Quando cheguei aqui, fui avisado que era o Hall da Fama. Fiquei muito feliz e considero como o terceiro cinturão que tenho. O Pride, o UFC e o Hall da Fama” afirmou.

Até o momento, o Brasil é representado no Hall da Fama do UFC pelos lutadores Royce Gracie e Rodrigo Minotauro . “Considero a luta com o Dan Henderson uma das lutas mais importantes (da minha carreira), mas o Hall da Fama é para poucos. No Brasil, só o Royce e o Rodrigo que têm por enquanto, então fiquei muito feliz e tenho certeza que Deus me ama e me abençoa muito. Conquistei muito mais do que imaginava na minha carreira, mas tenho outras coisas a conquistar ainda“, explicou Shogun.

Maurício Shogun entra no octógono novamente contra o suíço, Volkan Oezdemir na luta principal do UFC Hamburgo, no dia 22 de julho. O brasileiro tem um cartel de 34 lutas, 24 vitórias e 10 derrotas.

MAIS SOBRE:

Lutas Rio de Janeiro [estado]
Comentários