Brasil inicia preparação para o skate olímpico de olho em Tóquio-2020

Comitê Olímpico Brasileiro se reuniu pela primeira vez com representantes da Confederação Brasileira de Skate

Relacionadas

Representantes do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e da Confederação Brasileira de Skate (CBSK) se reuniram pela primeira vez na manhã desta quarta-feira após a definição da CBSK como "representante oficial do skate olímpico no Brasil".

O encontro marcou o início da preparação oficial da equipe brasileira para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, que terão a primeira participação do skate em uma edição da Olimpíada. Em Tóquio, o skate será disputado nas provas de Street e de Park.

Participaram do encontro na sede do COB, no Rio de Janeiro, o presidente do COB Paulo Wanderley Teixeira e o presidente da CBSK, a lenda do esporte Bob Burnquist. O americano naturalizado brasileiro tem 30 medalhas no currículo e é o primeiro brasileiro a levantar o título mundial da modalidade, em 1995.

"Esse é um passo importante para a modalidade e para o Movimento Olímpico. Nós, COB e CBSK, vamos caminhar juntos. Estou satisfeito, inclusive, porque o Bob e eu começamos praticamente juntos. Eu como presidente do COB e ele como presidente da CBSK", afirmou Paulo Wanderley. “O skate do país conta com grandes atletas, que terão todo o apoio do COB para a sua preparação em busca de bons resultados para o Time Brasil em Tóquio”, finalizou.

"Estamos contentes com essa filiação e mais com o ‘skate no chão’. Temos dois anos pela frente para trabalhar as modalidades olímpicas", afirmou Burnquist.

MAIS SOBRE:

radicais COB [Comitê Olímpico Brasileiro] Bob Burnquist Paulo Wanderley Teixeira Skate
Comentários