Casal indiano modifica fotos para dizer que chegou ao topo do Everest

Autoridades demoraram um ano para desmascarar Dinesh e Tarakeshwari Rathod

Relacionadas

Quando a gente acha que já viu de tudo nesse mundo, aparece uma história para provar que nada é impossível. Desta vez, um casal modificou a foto de outro alpinista para dizer que tinha subido ao topo do Everest, a montanha mais alta do mundo. A verdade veio à tona, mas apenas um ano depois.

Na ocasião, Dinesh e Tarakeshwari Rathod, um casal de policiais da Índia, garantiu que tinham alcançado a marca de 8.848 metros. Eles foram muito festejados pelas autoridades locais e também pela mídia. Algum tempo depois, porém, algumas suspeitas sobre a veracidade do fato começaram a surgir, já que eles tinham alcançado o topo da montanha muito rápido, sem tempo de se aclimatar à falta de oxigênio. Por causa disso, autoridades pediram fotos que comprovassem que eles realmente tinham chegado ao cume da montanha.

Foi aí que o mais absurdo aconteceu: todos descobriram que eles haviam modificado as fotos de Satyarup Siddhanta. Em uma das imagens, o rosto de Satyarup tinha sido trocado pelo de Tarakeshwari, a cor das suas botas tinha sido modificada e uma bandeira indiana havia sido colocada nas suas mãos. Em outras fotos, Satyarup tinha sido substituído por Dinesh.

Depois de uma longa investigação, finalmente ficou comprovada a fraude e o casal, além de perder o certificado de subida ao Everest, ainda foi proibido de escalar montanhas no Nepal por 10 anos.

MAIS SOBRE:

Radicais Nepal Monte Everest Índia Monte Everest Alpinismo
Comentários