'Em casa', Medina consegue tubo perfeito e tira 10 em etapa de Teahupoo; assista

Brasileiro tira nota máxima em bateria contra Owen Wright

Relacionadas

Se tem um lugar do mundo em que Gabriel Medina se sente em casa, esse lugar é Teahupoo, no Taiti. Campeão em oportunidade e com outra final em uma das mais tradicionais etapas do Circuito Mundial de Surfe, ele voltou a dar mostras do quanto conhece aquelas ondas neste domingo. Durante a bateria de quartas de final, contra o australiano Owen Wright, o brasileiro conseguiu um lindo tubo, tirando a nota 10.

A façanha foi logo na primeira onda de Medina na bateria, quando ele ficou cerca de cinco segundos "escondido" dentro do tubo, o que pode ser considerado a onda perfeita, já que ele recebeu nota máxima dos cinco jurados responsáveis pela avaliação. Assista:

Além do 10, Medina ainda conseguiu outra onda boa na bateria, ficando com um 8,23. Na somatória, ele despachou Wright, que somou apenas 13,94 e se garantiu na semifinal da etapa.

MAIS SOBRE:

Radicais Circuito Mundial de Surfe Gabriel Medina Surfe
Comentários