Inglês com câncer finca bandeira de time rival no topo do Everest por doação

 Ian Toothill apostou com um amigo que prometeu doar R$ 4.200 à instituição de caridade

Relacionadas

Ian Toothill tornou-se o primeiro doente terminal de câncer a escalar o Monte Everest, alcançando o ponto mais alto do mundo na última segunda. Além de sua capacidade de superação, o inglês teve uma motivação extra para escalar os 8.848 metros. Torcedor fanático do Sheffield Wednesday, clube que atualmente joga na segunda divisão do Campeonato Inglês, Toothill foi desafiado por um amigo a fincar no cume a bandeira do rival Sheffield United.

Conforme o combinado, o colega doará 1 mil libras, aproximadamente R$ 4.200, a uma instituição de caridade voltada ao atendimento de pessoas com câncer. Além disso, das 31,5 mil libras (cerca de R$ 132 mil) arrecadados por Toothill para a viagem, o excedente também se transformará em doações à Macmillan Cancer Support.

 

 

MAIS SOBRE:

radicais Alpinismo Monte Everest
Comentários