Maya Gabeira surfa onda gigante em Nazaré e busca entrar no Guinness Book

Brasileira aproveitou ondulação de cerca de 24 metros (80 pés) e aguarda medição oficial para pleitear recorde mundial

Relacionadas

Moradora de Nazaré, em Portugal, Maya Gabeira está mais do que habituada com as ondas gigantescas do local. Nesta semana, ela aproveitou mais uma ondulação gigantesca e surfou, não apenas a maior dali, como também da história. 

Na última quinta-feira, 18, Maya desceu em um swell estimado em 24 metros (80 pés) na Praia do Norte, em Nazaré, e agora espera entrar para o "Guinness Book" pela maior onda já surfada por uma mulher. 

 

+ Português pode ter surfado a maior onda da história: 'Parecia uma avalanche'

Jogador chora após causar fratura de rival por acidente; assista

+ Siga o Fera no Twitter!

 

"Foi uma sensação incrível, porque a onda que eu peguei em novembro eu não consegui completar, então sofri um p**a caldo. Fiz vários ajustes, troquei de prancha e criei esse desafio de completar essa onda gigante", disse Maya, ao GloboEsporte.com

"Quando saí do canal, fui buscada pelo Eric (Ribiere) e nem ele acreditou que eu fiz a onda. Foi bem legal e super emocionante, mesmo porque tinham várias pessoas que eu admiro na água. A comemoração foi grande", completou. 

O recorde atual de maior onda surfada é do americano Garrett McNamara, que dropou em uma onda de 23.8 metros, em 2011, também em Nazaré (veja abaixo). No mesmo dia que Maya, o surfista Hugo Vau também alega ter surfado a maior onda da história. Segundo o português, sua onda, que também ainda não teve medição oficial, seria de 35 metros. 

Maya passa cinco meses do ano na costa de Portugal e está em Nazaré desde o segundo semestre do ano passado. Ela revelou ter ficado cerca de quatro horas na água para conseguir pegar a onda. 

 

 

"Eu estava super ansiosa porque esperei esse swell a semana toda, e nós sabíamos que seria um swell gigante. Eu ainda não tinha performado desde o meu acidente, então estava ansiosa e bem tensa", disse ao portal. "Foram 4h na água para eu achar essa esquerda. Tinha pego uma direita antes, mas não foi nada demais. E estava super frio esse dia, então foi uma luta e uma perseverança mais do Eric. Nós fomos muito guerreiros e conseguimos achar. Valeu e muito", encerrou. 

Foi em Nazaré e buscando bater justamente o recorde de McNamara que a carioca quase morreu ao sofrer uma queda de uma onda gigantesca, em 2013. À ocasião, ela não conseguiu subir à superfície a tempo e foi resgatada do mar já desacordada pelo brasileiro Carlos Burle. Na praia, ela foi reanimada e conseguiu retomar os sentidos. Depois, foi encaminhada a um hospital, onde foi diagnosticada uma fratura no tornozelo. 

 

 

Nazare 18/01 foto: @baleixophoto

Uma publicação compartilhada por Maya Gabeira (@maya) em

 

 

 

MAIS SOBRE:

surfe radicais guinness book Maya Gabeira Nazaré [BA] Portugal [Europa]
Comentários