Montanhista brasileira vai subir o Everest pela segunda vez na carreira

Karina Oliani deve concluir sua aventura apenas no final do mês de maio

Relacionadas

O Monte Everest é o sonho de todos os aventureiros de carteirinha. Localizada na Cordilheira do Himalaia, entre o Tibet e o Nepal, a montanha conta com 8.848 metros de altitude, consagrando-se como a mais alta da Terra. Karina Oliani já encarou este desafio e agora se prepara para repetir o feito, com uma dificuldade extra: alcançar o cume pela face norte da montanha.

Durante a expedição, a equipe que acompanhará Karina deverá encontrar temperaturas de até -50°C na área próxima ao cume, ponto onde poderão permanecer no máximo 30 minutos por conta das condições climáticas extremas. Para encarar um destino como esse é necessário muito preparo, tanto físico como mental. Mas Karina Oliani, a brasileira mais jovem a alcançar o cume do Everest, está pronta para o desafio. Além de já ter explorado mais de 90 países, ela escalou quatro dos sete maiores picos do mundo: Kilimanjaro, Aconcagua, Elbrus e Everest, onde encarou a face sul da montanha. "Durante uma palestra, fui questionada por que ainda não havia escalado o Everest pela face Norte, lado Tibetano. Sou movida a desafios, apaixonada por escalar montanhas e encarei aquilo como a gota d'água para a realização de mais um sonho", explica Karina.

 

Para a Expedição #RespiraEVai no Everest, Karina listou 7 itens indispensáveis para alcançar o cume do pico mais alto do mundo. Durante a subida, o escalador demanda muita energia e desidrata com facilidade. Por isso, água e carboidratos não podem faltar na mochila e são essenciais para manutenção do corpo. As baixas temperaturas são amenizadas com roupas e luvas desenvolvidas especialmente para suportar condições de frio extremo, já o protetor solar e óculos de sol ficam encarregados de proteger o aventureiro dos raios UV que são muito mais agressivos em altitudes elevadas. #KarinaOliani #Everest #Expedição #HallsBrasil #Motorola #EcoFresh #SuperJobs #TheNorthFaceBrasil #MundoMit

Uma publicação compartilhada por Karina Oliani (@karinaoliani) em

A expedição começou no fim de abril, com previsão de chegada ao pico em até 30 dias. Para viabilizar toda essa aventura, ela contará com 12 pessoas trabalhando integralmente no projeto, sendo que três delas estarão escalando o Everest ao seu lado – dois Sherpas e um câmera, para fotos e filmagens.

MAIS SOBRE:

Radicais Monte Everest Karina Nepal Terra Karina Oliani Montanha Montanhismo Aventura
Comentários