Tenista britânico é suspenso por um ano por consumo de cocaína

Daniel Evans só poderá voltar a jogar profissionalmente no dia 24 de abril

Relacionadas

O britânico Daniel Evans foi suspenso pela Federação Internacional de Tênis por um ano por ter dado positivo para o consumo de cocaína em um exame antidoping realizado em abril.

O próprio atleta de 27 anos revelou em entrevista coletiva em junho passado que foi detectada a presença de substâncias proibidas em amostras do seu sangue. Na época, ele era o 50º colocado do ranking da ATP.

Evans, que chegou a ser o número 2 do tênis britânico, admitiu que errou e que enfrentaria as consequências, que hoje foram materializados com a suspensão que terminará em 24 de abril de 2018.

O britânico entrou em quadra pela última vez em 10 de junho, pelo Challenger de Surbiton (Reino Unido), mas se retirou por lesão. Depois, desistiu dos ATPs 250 de Nottingham e Eastbourne e do ATP 500 de Queen's.

MAIS SOBRE:

Tênis ITF [Federação Internacional de Tênis] Daniel Evans ATP [Associação de Tenistas Profissionais] Tênis
Comentários