Tenista perde patrocínio após dizer que 'não sente prazer em jogar'

Australiano Bernard Tomic mostrou toda a sua 'displicência' logo após ser eliminado em Wimbledon

Relacionadas

A marca de roupas e equipamentos esportivos Head decidiu romper o contrato de patrocínio com o australiano Bernard Tomic devido às polêmicas declarações feitas pelo tenista após ser eliminado de Wimbledon pelo alemão Mischa Zverev, com parciais de 6-4, 6-3 e 6-4.

"Estamos muito decepcionados com as declarações de Tomic. As suas opiniões não refletem a nossa atitude, paixão e respeito pelo tênis", explicou a empresa em comunicado divulgado nesta quinta-feira.

Atual número 52 do mundo, Tomic reconheceu em coletiva de imprensa que estava "entediado" durante a partida, dizendo que "jogar bem é algo que não lhe dá prazer" e admitiu que pediu atendimento médico, sabendo que não estava lesionado, para tentar quebrar o ritmo do adversário.

"Acho que não respeitei muito este esporte. Sei que vou jogar outros dez anos e que quando acabar a minha carreira não terei que trabalhar de novo", disse o tenista, de 24 anos.

As declarações também custaram a Tomic uma multa de US$ 15 mil (R$ 49 mil) imposta pela Federação Internacional de Tênis (ITF).

MAIS SOBRE:

Tênis Bernard Tomic Torneio de Wimbledon [tênis] tênis
Comentários