P1 nas pistas

Blog

P1 nas pistas

Automobilismo para entusiastas

Mais lançamentos: Sauber e Renault mostram suas armas para subirem de produção

Depois que a Red Bull mostrou sua belíssima pintura de pré-temporada, ficamos meio que sem alimentar grandes expectativas sobre os lançamentos seguintes. Pois bem, hoje (20) foi a vez de Alfa Romeo-Sauber e Renault mostrarem suas armas. As duas possuem uma missão muito clara: subir muito de produção para irem além do décimo e do sexto lugar, respectivamente, entre as construtoras.

Ei-las.

A Sauber quase foi à falência nos dois últimos anos e agora passou a respirar muito bem, obrigado, graças ao grande aporte que a Ferrari passou a investir no time que já foi de Peter Sauber, mas hoje pertence a um consórcio de investimentos. A extensão da parceria que trouxe de volta a Alfa Romeo à Fórmula 1 depois de 30 anos possibilitou maiores investimentos na construção do C37.

Tendo o mediano-para-fraco Marcus Ericsson e a promessa monegasca Charles Leclerc, o time agora contará com unidade de potência Ferrari (naturalmente batizada de Alfa Romeo, marca satélite do Grupo Fiat) atualizada, o que já melhora bem as chances de a equipe ir além do último lugar no campeonato de construtores.

A Renault apresentou, também hoje, o terceiro carro desde seu retorno definitivo como fabricante à F1. O RS18 é o carro com o qual o time francês irá lutar para voltar a figurar, pelo menos, entre as cinco equipes mais fortes da categoria.



A Renault trocou o amarelo-fosco predominante por uma variação mais clara e mais vibrante, com o desenho do bólido sendo em maior parte dominado pelo preto. Ficou bonito.

A dupla é forte, como foi mostrado nas quatro últimas etapas de 2017. Nico Hülkenberg e Carlos Sainz foram os responsáveis por tomar o sexto lugar da Toro Rosso na última corrida do ano, em Abu Dhabi. A marca vem investindo pesado no projeto – a ponto de deixar a Fórmula E ao final desta temporada, dar lugar à Nissan e gastar seus tubos na F1 -, e quer reconquistar o status de grande equipe que foi na metade dos anos 2000.

Comentários