'A NBA não voltará, a Flórida é o pior lugar do mundo para tentar', diz Barkley

Intenção da liga é concluir a temporada na Disney, em Orlando, local que vive aumento dramático no número de casos de covid-19

Um dos grandes nomes da história do basquete, Charles Barkley está bem pessimista quanto à possibilidade da NBA ser retomada na Disney, conforme os planos da liga. A empresa de entretenimento fica em Orlando, na Flórida, estado norte-americano que vive um aumento dramático no número de casos do novo coronavírus.

"Me dói porque conheço muitas pessoas que perderiam seus trabalhos e se veriam afetadas no futuro. A forma como isso está disparando e, obviamente, a Flórida é o pior lugar do mundo neste momento e estamos levando 22 equipes da NBA ao ponto onde há mais casos" opinou Barkley, que hoje é comentarista dos jogos de basquete transmitidos pelo canal TNT.

"Simplesmente não vejo como podemos passar três meses, as possibilidades de que passemos três meses e não ter um surto, simplesmente creio que isso seja impossível", completou Barkley sobre os planos de retomada.

A NBA já começou a testar atletas e funcionários das franquias para se preparar para a volta - até agora, 25 testes em dez equipes diferentes deram positivo. A intenção da liga é recomeçar no dia 30 de julho para definir a reta final do temporada regular e, por fim, a realização dos playoffs.

MAIS SOBRE:

basqueteNBA [National Basketball Association]Charles BarkleycoronavírusFlórida [Estados Unidos]
Comentários