Anel capaz de detectar sintomas da covid-19 será usado por jogadores na NBA

Sua utilização não será obrigatória e os dados obtidos não serão compartilhados com as equipes

Relacionadas

A Associação de Jogadores da NBA (NBPA) disponibilizará aos atletas e funcionários das equipes participantes da liga um anel inteligente capaz de prever sintomas da covid-19 com precisão superior a 90%. A tecnologia mede a temperatura corpórea, a atividade respiratória, a frequência cardíaca e padrões de sono de seus usuários.

Isso é o que diz a revista norte-americana “The Athletic”. A utilização do anel não será obrigatória, de acordo com a NBPA. Todos os dados coletados pelo utilitário poderão ser acessados através de um aplicativo de smartphone.

Segundo um recente estudo publicado pelo Instituto Rockfeller de Neurociência da Universidade de West Virginia, os dados monitorados pelo anel podem alertar os sintomas da covid-19 em três dias.

"Se pudermos fornecer informações sobre pessoas assintomáticas que possam estar disseminando o vírus e ajudar na detecção mais precoce com essa tecnologia, ela poderá informar melhor a tomada de decisões, facilitar a segurança e priorizar quem fará os testes e outras estratégias de contenção de saúde", explicou o presidente executivo do Instituto, Dr. Ali Rezai, à revista QG dos Estados Unidos.

O jornalista Zach Lowe, da ESPN norte-americana, afirmou que as equipes não terão acesso exclusivo aos dados dos jogadores. Segundo ele, as informações somente serão fornecidas caso haja algum indicativo de que o atleta tenha contraído a covid-19. A temporada da NBA será finalizada em uma espécie de “bolha”, criada nos parques da Disney, em Orlando. A liga está suspensa desde o dia 11 de março e seu reinício está marcado para o dia 30 de julho. 

 

MAIS SOBRE:

basqueteNBA [National Basketball Association]
Comentários