Assédio, drogas, violência... colegas de LeBron no Lakers acumulam 6 prisões

Além das passagens, um dos atletas também protagonizou um caso de homofobia

Relacionadas

O Los Angeles Lakers promete prender a atenção da torcida nesta próxima temporada. Não só pela chegada de LeBron James, ou pelo astro disputar a conferência mais forte da NBA, mas também pois o time montado tem desde jovens promissores até jogadores conhecidos por seu comportamento explosivo.

Na quadra, o LeBron terá ao seu lado colegas de time que acumulam seis passagens pela prisão, além de um caso de homofobia. Um dos atletas, inclusive, é responsável por três delas.

Michael Beasley é o nome dele. Aos 29 anos, o ala-armador já tem dez anos jogando na NBA e passagem por seis times. A primeira vez que o veterano foi preso era por posse de maconha e ultrapassar o limite de velocidade em junho de 2011. Pagou fiança e foi solto. 

Dois anos depois o jogador foi preso por dirigir com carteira vencida e, mais uma vez, por estar acima da velocidade. A polícia tentou algemá-lo, mas como era alto demais para caber na parte de trás da viatura, Beasley, de 2 metros e 6 centímetros, foi solto no ato.

No mesmo ano, alguns meses depois, enquanto o ala ainda jogava no Miami Heat, aconteceu o terceiro episódio: preso por porte de drogas, os policiais acharam 3 cigarros de maconha em seu carro.

Outro que teve passagem pela prisão foi o ala-armador Kentavious Caldwell-Pope. Quando ainda era jogador do Pistons, em 2017, ele foi pego dirigindo alcoolizado seu carro. Por violar regras de liberdade condicional, ele chegou a pegar 25 dias de detenção, e teve que passar os dias na prisão de Seal Beach, podendo sair apenas para treinar e jogar.

O ala Lance Stephenson também acumula dois crimes na sua conta, ambos antes de atingir a maioridade: em 2008 foi acusado de apalpar uma garota de 17 anos dentro da escola, mas não recebeu nenhuma pena. Dois anos depois, foi preso por violência doméstica após empurrar sua namorada de uma escada de 10 degraus.

Por último, o armador Rajon Rondo não tem registros, mas já foi expulso de uma partida em que atuava pelo Sacramento Kings por usar xingamentos homofóbicos ao árbitro da partida, Bill Kennedy.

 

MAIS SOBRE:

Basquete NBA [National Basketball Association] Los Angeles Lakers Lebron James
Comentários