CBS denuncia ameaças de Snoop Dogg após entrevista sobre Kobe Bryant

Rapper americano postou mensagens ofensivas depois de reportagem falando sobre o suposto caso de estupro envolvendo o ex-jogador

A presidente da rede CBS News denunciou neste domingo (9) um comentário "repreensível" do famoso rapper Snoop Dogg, no qual pareceu ameaçar a apresentadora de um noticiário, após uma entrevista na qual se aludiu a um suposto caso de abuso cometido pelo falecido astro do basquete Kobe Bryant.

Relacionadas

Bryant morreu ao lado da filha e de outras sete pessoas em um acidente de helicóptero em 26 de janeiro na Califórnia. Desde então, as referências a uma acusação de abuso sexual contra ele em 2003 geraram reações de raiva nos torcedores.

A reação de Snoop Dogg nas redes sociais se seguiu a uma entrevista que Gayle King, apresentadora do "CBS This Morning", fez sobre Bryant com Lisa Leslie, ex-jogadora de basquete profissional feminino.

Na entrevista, King pareceu pressionar Leslie a comentar o caso de 2003, enquanto a ex-jogadora retratava o amigo como alguém que "nunca foi assim" e "nunca faria nada para violentar uma mulher".

Irritado, Snoop Dogg publicou online um vídeo cheio de obscenidades, referindo-se a King como uma "cadela funky com cabeça de cão". Foi além, dizendo: "respeite a família e recue, cadela, antes que a gente vá te pegar".

A presidente da CBS Susan Zirinsky qualificou a reação de Dogg como "repreensível", e acrescentou, em um comunicado, o apoio a "Gayle King e sua integridade como jornalista".

Após o programa, King foi alvo de várias ameaças de morte, segundo sua amiga e também apresentadora Oprah Winfrey.

"Não está encarando bem", disse Winfrey na sexta à NBC, acrescentando que por causa das ameaças, a colega tem tido cautela para se deslocar.

Quem também defendeu a apresentadora foi Susan Rice, ex-assessora de segurança nacional, que disse a Dogg que voltasse atrás e que se não o fizesse, iria perder.

A própria King postou vídeos dizendo que a entrevista tinha sido editada e virado um clipe que deturpou o tom verdadeiro das perguntas./AFP

MAIS SOBRE:

basqueteKobe Bryant
Comentários