CEO dos Mavs sugere uso de 'termômetro tecnológico' para quando a NBA voltar

Para dirigente, equipe tem tempo de pensar nas melhores alternativas possíveis para arenas receberem torcedores

Relacionadas

Enquanto as pessoas que tomam as decisões da NBA ainda não decidem o futuro da liga em relação ao retorno dos jogos ao vivo, times como o Dallas Mavericks já estão considerando as grandes possibilidades que podem ser adotadas para permitir que os torcedores voltem às arenas.

"Nós estamos pensando sobre um tipo de mecanismo 'sem toque' que podemos ter?", disse a CEO da franquia texana, Cynt Marshal, para o programa "Straight Talk Texas". "Nós teremos termômetros no ginásio em que quando você anda pela arena em uma determinada altura, isso vai medir a sua temperatura automaticamente? Tem muita coisa por aí."

"O que nós estamos dizendo é que teremos tempo para tudo isso. É uma infelicidade o que está acontecendo, mas nós temos tempo para planejar e se preparar para todos os cenários para fazer dessa uma boa experiência para nossos torcedores", disse a dirigente. "Portanto, tenha certeza de que teremos pensado. Será uma boa experiência - seja o que for", completou.

Além disso, Marshall também disse que os Mavericks planejam fornecer aos funcionários máscaras e luvas com a marca da equipe, para uso no trabalho e em casa.

"Isso é o que eu disse para o meu time: 'Nós fomos forçados a entrar nisso. Nós não pedimos por isso. Quer dizer, você me conhece; você sabe que eu não quero estar em casa, ok? Mas nós somos forçados a isso; nós não temos escolha. Mas nós temos a escolha de como sairmos das nossas casas.'"

"Nós decidimos como nós lidamos e como saímos dessa", explicou a CEO. "Então agora nós estamos planejando muito. Eu disse: 'Vamos sair melhores e diferentes como resultado de tudo isso'", finalizou.

MAIS SOBRE:

basqueteNBA [National Basketball Association]Dallas Maverickscoronavírus
Comentários