Eduardo Agra cria polêmica por comentário sobre abuso sexual de Luke Walton

Técnico do Sacramento Kings está sendo acusado de abuso sexual pela repórter Kelli Tennant

Demitido do cargo de técnico do Los Angeles Lakers, o novo comandante do Sacramento Kings Luke Walton está envolvido em uma polêmica nos Estados Unidos. O treinador é acusado de abuso sexual pela repórter Kelli Tennant, de quando ele ainda era assistente técnico no Golden State Warriors.

Um momento da transmissão da ESPN na vitória do Milwaukee Bucks sobre o Detroit Pistons também repercutiu entre os telespectadores que assistiam ao jogo da NBA. Fernando Nardini, narrador da partida, falava sobre a acusação quando o comentarista Eduardo Agra disse algo que não foi bem aceito.

Antes de mais nada, vale reforçar o caso: no relato do processo judicial, Walton convidou a jornalista norte-americana para ir ao seu quarto de hotel em Santa Monica, na Califórnia, para discutir sobre um livro que ela estava escrevendo. Tennant alega que ele tentou forçá-la a fazer sexo.

"Sim mas, ela subiu lá então? Ela subiu no quarto do hotel", pontua Eduardo Agra ao ouvir o relato da história resumido por seu parceiro de transmissão. Nas redes sociais, os telespectadores lamentaram a atitude do comentarista. "Assédio não é engraçado. Relativizar uma suposta vítima não é engraçado", escreveu um.

"Ou seja: sim, ela subiu no quarto do hotel para entrevistá-lo e lá ele tinha todo o direito de abusar sexualmente da jornalista. Afinal de contas, só é abuso se for no ônibus, no meio da rua, na praça...", ironizou outro. "Achei a declaração um pouco estranha mesmo, apesar que logo depois ele diz que Sacramento não pode contratar um profissional com esse tipo de acusação", pontua uma postagem.

MAIS SOBRE:

basqueteNBA [National Basketball Association]crime sexual [Assédio Ato libidinoso Corrupção de menor Estupro]Luke WaltonEduardo Agra
Comentários