Ex-NBA é banido da liga chinesa por comentários sobre mulheres do país

Ty Lawson ainda postou foto de stripper em posição explícita em redes sociais

Relacionadas

Ty Lawson não poderá jogar nunca mais na CBA, a liga chinesa de basquete. O armador norte-americano, que já jogou na NBA, recebeu a punição após fazer um comentário machista sobre as mulheres chinesas em postagens na rede social Instagram.

Lawson jogava pelo Fujian Sturgeons e estava na terceira temporada no basquete chinês, até que, achou uma boa ideia postar uma foto explícita de uma stripper com o seguinte comentário: "As mulheres chinesas tem bolos nas partes baixas... Posso mudar minha opinião logo".

A punição da CBA foi o banimento e o Fujian decidiu demiti-lo. "Suas palavras inapropriadas são incompatíveis com os valores e a responsabilidade que o nosso clube respeita. E trouxeram graves impactos sociais adversos para o clube e para a liga. Não vamos contratá-lo para a nova temporada", declarou o clube em nota, ao anunciar o banimento para toda a vida do atleta.

Aos 32 anos, a punição pode significar o fim da carreira de Lawson. Ele foi draftado na 18ª posição no draft de 2009 pelo Denver Nuggets, onde atuou até 2015. Na NBA, também chegou a passar por Rockets, Pacers, Kings e Wizards. Além disso, atuou pelo Zalgiris, da Lituânia. Anteriormente, ele já havia se envolvido em problemas por dirigir embriagado.

MAIS SOBRE:

basqueteCBA [Confederação Brasileira de Automobilismo]China [Ásia]machismo
Comentários