Jogador de basquete é suspenso após teste antidoping indicar gravidez

D. J. Cooper tentou usar urina da namorada para passar no exame, mas casal teve surpresa ao ver resultado

Relacionadas

D. J. Cooper, jogador norte-americano de basquete do AS Monaco, foi suspenso por dois anos após o teste antidoping, mas não por causa de alguma substância que ele tenha usado para aumentar sua performance esportiva ou mesmo alguma droga 'recreativa'. O teste, na verdade, revelou que ele estava grávido. As informações são do site Eurohoops.net.

Explicamos: no final de 2018, o jogador pediu à namorada para utilizar a urina dela no teste, embora não saibamos quais as razões. O casal, provavelmente, não sabia que havia um bebê chegando.

O teste deu positivo para hCG, que é um hormônio produzido em grandes quantidades na placenta no início da gravidez. Assim, Cooper recebeu as duas notícias ao mesmo tempo: de que foi suspenso até 20 de junho de 2020 do esporte profissional pela Federação Internacional de Basquete (FIBA) e que iria ser papai.

Cooper jogou basquete universitário nos Estados Unidos pelo time Ohio Bobcats, mas após não ser draftado por nenhuma franquia, foi para a Europa. Ele atuou pelos gregos Panathinaikos e AEK e depois foi para a França, onde jogou em dois outros times antes de chegar ao Monaco.

MAIS SOBRE:

basqueteD. J. Cooper
Comentários