LBF lança projeto que levará ídolos do basquete feminino a escolas

Intenção da Liga é disseminar a prática do esporte no ambiente escolar; primeira fase do projeto contará com a jogadora Janeth

A Liga de Basquete Feminino (LBF) anunciou, nesta quarta-feira, o lançamento do programa LBF Nas Escolas. A partir de março a iniciativa inédita da LBF levará personagens importantes do esporte às escolas públicas das cidades dos nove times representantes da LBF Caixa.

+ A emoção da disputa pelo último lugar da NBA

O programa inicia em 16 de março na cidade de Itu-SP e terá em sua primeira fase a medalhista olímpica e multicampeã Janeth Arcain, que contará parte de sua trajetória e de como se tornou um dos ícones do basquete nacional.

As visitas acontecerão em dias que antecedem os jogos da Liga, visam disseminar e estimular a prática do basquete nas escolas, com o auxílio da figura de um ídolo e ocorrerão em conjunto com atletas da equipe da cidade que atualmente disputam a temporada 2018 da LBF. As mascotes de cada equipe também marcarão presença no encontro com o público infantil.

Reservas do Nebraska inovam em comemorações e viram sensação na web

Em sua carreira vitoriosa, Janeth tornou-se a jogadora com mais títulos brasileiros (10 conquistas), além de também ser a estrangeira com mais títulos da WNBA – quatro seguidos com o Houston Comets.

“Os ídolos têm um papel fundamental, pois eles servem como espelhos. Comigo não foi diferente, e por isso sei o quanto é importante seguir os bons exemplos. A escola muitas vezes representa o primeiro contato da criança e do jovem com a modalidade e fomentar a prática do basquetebol no ambiente escolar é fundamental para o crescimento do basquete”, declarou Janeth, cujo Instituto em Santo André-SP (IJA) e outros quatro pólos já atendeu cerca de 15 mil crianças e jovens e contribuiu na formação de diversas atletas que atuam na LBF, como Cacá (Blumenau), Tatiane Pacheco (Sampaio Basquete), Patrícia Teixeira (Vera Cruz Campinas), Tassia Carcavalli (Uninassau) e Damiris Dantas (hoje no KB Stars, da Coreia do Sul).

Fergie sensualiza durante hino no All-Star Game e internet não perdoa

“Hoje temos vários projetos sociais de basquete e queremos impulsionar este trabalho. Estamos voltando às origens, que são as escolas, e principalmente o reconhecimento aos professores de educação física, peças fundamentais no desenvolvimento e inclusão das crianças através do esporte. Esporte é educação, é saúde, é vida e não podemos perder essa essência”, completou o presidente da LBF, Ricardo Molina Dias.

Confira as cidades que receberão a visita do programa, em sua primeira fase:

16/03 – Itu-SP

21/03 – Recife-PE

22/03 – São Luís-MA

28/03 – São Bernardo do Campo-SP

02/04 – Blumenau-SC

04/04 –  Catanduva-SP

MAIS SOBRE:

basqueteJanethbasqueteCampeonato Brasileiro de Basquete Feminino
Comentários