Meditação, treinos e isolamento: Raul Neto conta a rotina sem a NBA

Armador brasileiro evita sair de casa e conversou com antigos colegas de time para manifestar apoio

Relacionadas

O armador Raul Neto, do Philadelphia 76ers, da NBA, contou nesta terça-feira como tem feito para se manter ativo durante o período de suspensão da liga americana de basquete pela pandemia do novo coronavírus. Em depoimento, o jogador afirmou que recebeu a recomendação do time de não sair de casa e contou ter conversado com o ex-companheiro de Utah Jazz, o francês Rudy Gobert, que foi o primeiro caso da doença no basquete americano.

"A gente está acostumado a sair de casa para treinar ou jogar. Mas ficar o tempo todo é diferente. Depois que comecei a ficar mais consciente, criei uma rotina para estipular horário para acordar, fazer exercícios, meditar e ler. E aproveitar o tempo que não tenho para falar com a minha família", disse. O jogador tem sido monitorado pelos médicos da equipe e tem evitado sair de casa.

Raul contou que conversou com os antigos companheiros de Utah Jazz, em especial o francês Gobert, que pouco antes de ser confirmado com coronavírus, chegou a debochar da doença. "Ele acabou sendo contaminado e o mundo caiu em cima dele. Conversei com ele. Está bem, em casa, tomando as precauções que os médicos pediram", disse o armador brasileiro.

MAIS SOBRE:

basqueteNBA [National Basketball Association]coronavírusPhiladelphia 76ers
Comentários