Michael Jordan critica supertimes da NBA: 'outras equipes serão um lixo'

Ídolo da NBA, ex-astro do Chicago Bulls diz que competição ficará prejudicada

O ex-jogador do Chicago Bulls e um dos maiores ídolos do basquete norte-americano de todos os tempos, Michael Jordan, não está satisfeito com as contratações milionárias das equipes da NBA para a próxima temporada (2017-2018). 

Para ele, quem pode investir mais - "uma ou duas equipes" - terá condições de formar ótimos times. "As outras 28 equipes serão um verdadeiro lixo", afirma Jordan, para quem o lado competitivo da liga ficará prejudicado. "Acho que estamos indo para tempos complicados, onde os negócios falarão mais alto", afirmou Jordan em entrevista à revista Cigar Aficionado (o ex-jogador é fã de charutos).

Classificado por muitos como o melhor jogador da história da NBA, Jordan considerou que o lado competitivo da liga ficará prejudicado, com a concentração dos supercraques em poucas franquias - Jordan é sócio majoritário dos Charlotte Hornets desde 2006. "Os times vão passar momentos difíceis para tentar sobreviver no ambiente empresarial".

O ex-jogador não citou nenhuma equipe nem nome de jogador, mas vale lembrar que Golden State Warriors e Cleveland Cavaliers disputaram as últimas três finais da NBA e têm dominado as respetivas conferências.

MAIS SOBRE:

basqueteChicago BullsMichael JordanNBACharlotte Hornetsbasquete
Comentários