NBA proibiu Drake de acompanhar jogos do Raptors fora do Canadá

Liga ficou preocupada com a segurança do cantor e dos times caso ele fosse até Oakland acompanhar as partidas da final na beira da quadra

Relacionadas

A NBA proibiu o cantor Drake, que também é o embaixador global do Toronto Raptors, de acompanhar o time nos jogos da final contra o Golden State Warriors que foram realizados em Oakland. Segundo o site TMZ, a liga tomou a decisão temendo pela segurança do cantor e também para evitar brigas com a torcida do então time campeão da liga norte-americana de basquete.

Conhecido por ser efusivo na sua torcida pelo Raptors, a NBA avaliou que a presença de Drake nos jogos na Oracle Arena poderia trazer problemas não só para ele, mas também para os times que fizeram a final. Por conta disso, durante os três jogos da série realizados fora de Toronto, incluindo o que garantiu o título da NBA para o Raptors, Drake participou da Fan Fest na cidade canadense com shows e animando a torcida.

"Quando as pessoas te veem fazendo aquelas coisas na beira da quadra em Toronto você precisa tomar cuidado", disse Dennis Graham, pai de Drake, ao site TMZ. "Você infla os ânimos da torcida adversária, então não dá pra dar chance ao azar."

No fim das contas deu tudo certo para o cantor canadense e torcida do Toronto Raptors. O time se sagrou campeão da NBA ao derrotar o Golden State Warriors por 4 a 2 na série final e levou o título da liga ao Canadá pela primeira vez na história. 

MAIS SOBRE:

basqueteNBA [National Basketball Association]DrakeToronto RaptorsGolden State Warriors
Comentários