Preso na Califórnia, jogador da NBA só pode jogar pelo Lakers em casa

Kentavious Caldwell-Pope, titular do Lakers, não cumpriu ordem judicial e só deixa cadeia para treinos e jogos na Califórnia

O ala-armador Kentavious Caldwell-Pope, uma das apostas do Los Angeles Lakers nesta temporada da NBA (e terceiro maior pontuador da equipe nesta temporada) vive uma situação curiosa.

Cumprindo um período de detenção de 25 dias por não comparecer a testes de álcool e substâncias proibidas durante período de liberdade condicional, o jogador está impedido de deixar a Califórnia - e por isso, até janeiro, só vai poder atuar pela equipe no caso das partidas que forem jogadas em casa.

Aposentadoria de camisas de Kobe Bryant fatura R$ 2,7 mi em uma noite

Ex-jogador da NBA tem casa invadida e roubam até vaso sanitário

Turquia pede prisão de jogador da NBA por ofensas ao presidente do país

Ele também só pode deixar a prisão para treinos e para os jogos, sempre usando tornozeleira eletrônica. As informações são do jornal Los Angeles Times.

Caldwell-Pope, de 24 anos, foi detido dirigindo sob influência de substâncias proibidas em março deste ano. Na ocasião, jogava pelo Detroit Pistons. Ele deveria cumprir um ano de prisão em regime aberto, mas periodicamente teria que comparecer para exames que demonstrassem que ele não estaria consumindo nada ilegal. Como faltou, a pena foi comutada para 25 dias de cadeia - que ele vem cumprindo em um centro de detenção perto de Los Angeles.

Sempre que retorna à prisão, o jogador passa por exames de uso de substâncias

 

MAIS SOBRE:

basqueteLos Angeles LakersNBA [National Basketball Association]basquete
Comentários