Raptors fazem campanha por movimento 'Black Lives Matter' em ônibus e camisas

Franquia canadense chega à Flórida antes dos outros times para que atletas não precisem passar por quarentena no Canadá

Relacionadas

Atual campeão da NBA, o Toronto Raptors foi a primeira equipe a chegar à Flórida para iniciar os treinamentos para a conclusão da temporada da principal liga de basquete do mundo. Na chegada, a franquia canadense deixou claro que não pretende deixar os protestos iniciados com a morte de George Floyd caírem no esquecimento e apoiou o movimento 'Black Lives Matter'.

O nome e o símbolo do Black Lives Matter, um punho fechado apontado para o alto, estavam estampados nos ônibus e nas camisas utilizadas pelos atletas. "O silêncio não é uma opção" e "liderando pelo exemplo, foram algumas das legendas da franquia ao postar as imagens nas redes sociais. Os torcedores demonstraram aprovação, em sua maioria.

Os Raptors decidiram realizar os treinos preparatórios para a volta da NBA na Flórida em vez de sua própria quadra em Toronto, para evitar que os atletas que moram nos Estados Unidos precisassem passar 14 dias isolados em quarentena ao viajar para o Canadá.

Outras franquias e jogadores devem relembrar a morte de George Floyd e fazer protestos quanto à desigualdade racial e à violência policial quando a liga recomeçar. A NBA criou uma lista com 29 frases 'aceitáveis' para os atletas se manifestarem sobre o tema.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Leading by example

Uma publicação compartilhada por Toronto Raptors (@raptors) em

MAIS SOBRE:

basqueteNBA [National Basketball Association]Toronto RaptorsGeorge Floyd
Comentários